COWORKING

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp

UM PEQUENO INVESTIMENTO PARA VOCÊ,

UM GRANDE PASSO PARA O SEU NEGÓCIO!

 

Os custos fixos com infraestrutura podem inviabilizar um bom negócio que está começando.

Aproveite as possibilidades desse mundo globalizado e não tenha medo de voar.

Estar no lugar certo na hora certa num mercado sempre em movimento é o grande diferencial de quem vai sobreviver nos próximos anos!

mulher puxando mala de rodinhas

Conheça a história de Lili* e sua “Divina Cadência”* e descubra um pouco mais sobre o quê o Coworking pode fazer pelo futuro da sua profissão e sua empresa.

Lili é herdeira de uma pequena confecção de roupas femininas. A fábrica, o escritório e a família ficam no interior do Estado de São Paulo.

Ela começou cedo na empresa dos pais e tomou gosto pelo departamento comercial, tornando-se a embaixadora e modelo itinerante da marca

Lili estava determinada a conquistar o mercado. Com a expansão dos negócios, participou da sua primeira feira no setor, cadastrou diversos clientes em potencial de todo o Brasil e principalmente da capital paulista. Fez algumas vendas para São Paulo, alguns contatos com compradores de  outros estados e até a primeira pequena exportação.

Lili tem um tio que é gerente comercial de uma empresa em São Paulo e eles conversaram muito sobre as longas distâncias que ela teria que percorrer para atender os clientes em diversos pontos da cidade. Os congestionamentos, problemas de estacionamento, e a falta de um showroom eram obstáculos que ameaçariam o seu objetivo.

Nem todos os clientes têm estrutura ou interesse em suprir a falta de showroom das marcas que querem entrar nesse mercado desafiador, alertou o tio. Mas Lili estava determinada a demonstrar dinamismo, arrojo e criatividade para conquistar o mercado mais competitivo do país.

Por outro lado, fazer o cliente atravessar a cidade para ir à um showroom de uma marca ainda desconhecida não era uma boa ideia.

Todas essas informações a deixaram assustada com o tamanho do desafio, mas ela não podia retroceder. Não era tão experiente assim, nem tão madura. Mas teria que encarar, afinal um dia a empresa seria dela e os horizontes estavam ficando muito pequenos para os seus sonhos…

O MUNDO CABE NO COWORKING. E O COWORKING ESTÁ NO OUTOO!

 

Lili é amiga no Facebook de Karen que mora em São Paulo,  contadora e trabalha como freelancer. Karen havia comentado que às vezes precisava fazer Home Office fora de casa e utilizava um aplicativo chamado OUTOO para encontrar lugares interessantes e confiáveis na cidade. Ela aconselhou Lili a pesquisar sobre COWORKING.

Lili buscou informações e se impressionou com a versatilidade desse modelo de trabalho.

Seu pai ouviu-a dizer esse “estrangeirismo” e perguntou qual o significado.

Ela disse que não tinha tempo para explicar, quem sabe na volta…

Cadastrou-se no app e explorando-o percebeu que esse conceito está lá! Teve uma ideia:

Procurou locais para COWORKING no bairro Bom Retiro – tradicional no segmento de confecções.

Montou sua agenda, convidou seus clientes, reservou seu espaço e planejou ficar dois dias na cidade.

Equipou-se de um mostruário do lançamento da próxima coleção, sua mochila com seu laptop, tabelas de preços, book de fotos e formulários de pedidos.

Bom Retiro, FENIN e a cultura fashion

 

Colocou looks básicos na mala de viagem e foi para a capital paulista, onde a marca Divina Cadência colocaria sua primeira bandeira. Logo, pensava ela, avançaremos em todo o mundo!

Assim que chegou em São Paulo marcou suas reuniões no Bom Retiro, o que foi um diferencial na sua estratégia.

Sala de reunião com mesa grande com 10 cadeiras, tudo branco, ao fundo escrito na parede CREATIVITY, INTELLIGENCE HAVING FUN
Espaço Caixa Branca: lugar inspirador, onde flutua a cultura fashion no Bom Retiro.

Finalmente chegou o tão esperado momento e quando entrou no Espaço Caixa Branca teve a sensação
que estava no caminho certo. É um lugar inspirador, onde flutuam criadores e inventores, renovadores da cultura fashion.

Lili, além de receber seus primeiros clientes, trocou “figurinhas” com estilistas e outros executivos de moda.

Sua simpatia e seu jeito simples chamou atenção de um rapaz de terno e gravata que sentava ao lado da sua mesa. Ele sorriu para ela várias vezes, mas ela estava tão compenetrada …

Participou de um curso de Marketing Digital e ampliou seus horizontes. Fechou uma consultoria com um designer para melhorar o logo da marca. Recebeu convites para parcerias.

Agendou para voltar na semana da Fenin, em julho.

Afinal ela tinha encontrado seu lugar nessa cidade tão grande, e essa feira era um passo adiante na sua estratégia.

Saiu de lá no primeiro dia respirando moda como nunca tinha feito antes.

A SOLUÇÃO está AO LADO

 

Quando Lili chegou no dia seguinte, já trouxe sua mala de viagem, pois no final do dia iria regressar para casa. Estava ansiosa, os melhores clientes ficaram para esse dia. Já se imaginava voltando vitoriosa.

Logo recebeu a visita de um importante cliente que queria fazer um contrato de exclusividade na região do Vale do Paraíba para a linha teen da sua marca. O cliente escolheu a coleção e solicitou que ela enviasse uma minuta de contrato para que o seu departamento jurídico analisasse.

Ele precisava da minuta antes que ela fosse embora para que pudessem firmar o contrato e garantir que o pedido fosse atendido dentro do prazo estipulado.

E agora? Onde ela iria arrumar um advogado para redigir essa tal minuta?

Assim que esse cliente saiu, chegou outro comprador  que precisava saber detalhes sobre a incidência de impostos para o Estado da Paraíba a fim fazer o pedido naquele momento.

Isso era uma coisa que ela nem tinha ideia de como resolver. Ligou para o contador da sua empresa e o contador não atendeu. Procurou Karen e ela estava em reunião.

O comprador impaciente e com pressa precisava de uma resposta rápida ou não daria tempo de fazer o pedido, tinha que retornar para sua cidade.

Parece que de repente São Paulo a estava engolindo! Pela primeira vez nessa viagem viu-se absolutamente só e sem respostas.

Nesse momento sentiu um peso no seu ombro esquerdo e pensou que estava carregando o mundo quando ouviu uma voz grossa, mas ao mesmo tempo doce:

– Precisa de ajuda? Era o homem esquisito de terno, ele continuou – ouvi que precisa de informações sobre impostos. Sou advogado tributarista. Posso te ajudar? Antes, permita que eu me apresente, sou Aroldo.

– Prazer, sou Lili e que bom que você está aqui! Ainda bem que a solução está ao lado, pensou e sorriu aliviada.

Aroldo estava fazendo consultoria tributária para alguns criadores. Após sanar as dúvidas sobre os tributos do cliente apressado, redigiu a minuta da exclusividade e orientou sua nova cliente sobre algumas outras questões. Lili, teve a certeza que estava realmente no lugar certo na hora certa.

Quando ela chegou à São Paulo, não esperava voltar tão diferente.

Agora ela já sabia como explicar ao seu pai o que era Coworking: uma rica experiência de intercâmbio de culturas, ajudas mútuas e ampliação da rede profissional.

E o www.outoo.com.br tornou possível essa experiência. Agradeceu a indicação à Karen e recebeu um convite: cadastre você também locais bacanas no www.outoo.com.br! Vamos aumentar essa rede de lugares do bem?

 

* Obra de ficção, qualquer similaridade com fatos reais é coincidência.

Texto: Amália Maldonado
Revisão: Fernanda Mourão

2 respostas para “COWORKING”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *