REMOTOxSUSTENTABILIDADE

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp

O TRABALHO REMOTO IMPULSIONA A SUSTENTABILIDADE

OS BENEFÍCIOS DO TRABALHO REMOTO PARA O COLABORADOR NÃO SÃO MAIS SEGREDO.

A EMPRESA TAMBÉM TEM MUITO A GANHAR COM ISSO.

MAS, QUAL SÃO OS IMPACTOS DO TRABALHO REMOTO SOBRE O MEIO AMBIENTE?

OS BENEFÍCIOS DO TRABALHO REMOTO PARA O COLABORADOR

A eliminação do tempo gasto no trajeto, a possibilidade de se alimentar em casa, fazer gestão do seu tempo com comprometimento, diminuição do investimento com traje social, proximidade da família – principalmente dos filhos,  diminuição do stress e da perda de foco devido ao distanciamento da “rádio peão” ou “rádio corredor”, são alguns dos benefícios do trabalho remoto (fora da empresa) para o colaborador, quando feito pelo menos alguns dias da semana.

homem na praia trabalhando com laptop
Os benefícios do trabalho remoto: metas a serem alcançadas.

Esses benefícios já são reconhecidos, e para muitos tornaram-se uma meta a ser alcançada. Para Karen, contadora freelancer do nosso post  O PRIMEIRO HOME OFFICE A GENTE NÃO ESQUECE”, o trabalho remoto proporciona ver as filhas crescerem e manter os encontros com os colegas de faculdade e de profissão com quem ela troca informações úteis ao seu trabalho:

“ Não fosse assim, nenhum de nós teria tempo para se reunir, pois além do trabalho e do desgaste e tempo perdido na locomoção, temos nossas famílias, filhos pequenos, companheiros e pessoas que necessitam de nossa atenção no fim de semana, além de outras tarefas.”

A EMPRESA TAMBÉM TEM MUITO A GANHAR COM ISSO

A empresa, com um bom recrutamento de pessoas, boa gestão e ferramentas corretas para medir performance também só tem a ganhar.

Otávio, fundador de uma startup e diretor comercial, trabalhou no Vale do Silício e trouxe essa ideia para sua empresa, quando decidiu voltar ao Brasil.

Segundo Otávio, manter no nível zero ou minimizar o custo fixo garantindo seu crescimento lento enquanto se trabalha para a elevação e aceleração do faturamento, é o segredo para sobreviver em tempos de crise, surfar nas ondas das oportunidades e sedimentar o caminho para o sucesso.

Se o trabalho remoto parece bom para ambos os lados, só nos resta perguntar quais os impactos do trabalho remoto sobre o meio ambiente. O que essa mudança nas relações laborais pode trazer para todos nós? Temos algo mais a ganhar com isso?

OS IMPACTOS DO TRABALHO REMOTO SOBRE O MEIO AMBIENTE.

Vejamos o exemplo de Oscar, marido de Karen (“O PRIMEIRO HOME OFFICE A GENTE NÃO ESQUECE”).

Morando no Tatuapé e trabalhando no Morumbi, Oscar colocatodos os dias da semana, de segunda à sexta, seu carro na rua. São 35km de distância, e seu tempo de trajeto é de aproximadamente 1h49min no horário de pico.

Ao final do mês, Oscar roda 2.625km em 21 dias de trabalho – quase a distância de São Paulo a Belém do Pará. Ele tem um sedan e a média de consumo do seu carro é 9km/l de etanol. Isso representa um gasto médio de 292litros de combustível ao mês.

Por dia, o veículo de Oscar libera cerca de 12,600 gCO2 e ao final do mês somam-se 472,500 gCO2 na atmosfera, além dos outros poluentes ainda mais prejudiciais, como monóxido de carbono (CO), hidrocarbonetos (HC) e óxido nitroso (NOx)¹.

Ao final de um ano, sem considerar o mês de férias, a conta é a seguinte:

CONSUMO DE OSCAR COM DESLOCAMENTO PARA TRABALHAR EM 11 MESES

                                         

tempo no trânsito em minutos   41.302,80
km rodado   28.875,00
litros de combustível     3.212,00
emissão de poluentes     5.197,50
Estacionamento em R$     3.150,00

Oscar muitas vezes se irrita com o fato da prefeitura interromper o tráfego em algumas vias do seu trajeto, aumentando seu tempo e o custo de seu deslocamento: – Estão sempre recapeando alguma rua. O asfalto não vence a quantidade de veículos na cidade, raciocina ele. Além disso, nunca nos lembramos que quem paga essa conta somos nós, completa.

Para a troca de asfalto em 2018 na Cidade de São Paulo, a Prefeitura prevê o investimento da quantia e R$550milhões².

Se houvesse um fluxo menor de veículos nas vias, certamente parte dos recursos gastos com esse tipo de manutenção poderia ser aplicado na saúde, educação ou segurança.

As multas geram recursos que QUANDO bem gastos se refletem na melhoria da qualidade de vida dos munícipes, porém, não são responsáveis pelo aquecimento da economia, que diminui o desemprego e a violência e que só ocorre com aumento da demanda de bens e serviços.

Oscar costuma ser multado de 5 à 10 vezes por ano. Não que ele seja irresponsável ou displicente, mas o cansaço, o congestionamento e a sinalização precária oneram o seu bolso entre R$900,00 e R$1.500,00 por ano, sem falar no custo do estacionamento, que não tem a menor possibilidade de retorno social, além dos seguros.

Se Oscar resolvesse ir de coletivo para o trabalho, teria que tomar 2 ônibus e fazer transbordo em 2 linhas de metrô. Para quem nunca andou de coletivo no horário de pico, acesse esse vídeo: https://globoplay.globo.com/v/5386868/ e logo saberá as razões de Oscar para nem considerar essa opção.

Cada cidadão que deixa de trafegar em horário de pico está colaborando com a qualidade de vida dos outros.

OUTROS BENEFÍCIOS

Quando o colaborador usa sua impressora doméstica, a tendência é racionalizar ao máximo na hora de imprimir, afinal o custo sai do seu bolso. E árvores agradecem por isso…

Esse raciocínio se estende para o uso da água, da energia elétrica, e qualquer outro recurso que os custos são de sua responsabilidade.

A redução da utilização de copos plásticos é outro benefício que se começa a perceber.

Folha de uma árvore internamente recortada criando dentro de si imagens de casa, prédio, árvores, carro, homem, torres eólicas e painel de captação solar
Trabalho Remoto gera benefícios em cascata para o Meio Ambiente

Com o aumento do trabalho remoto os benefícios para o meio ambiente fluem num efeito cascata.

As contas fixas das empresas passam a ter diminuições proporcionalmente inversas à melhoria da qualidade de vida do time colaborador.

Quando percebemos que as tendências da vida simples, como a volta ao uso da bicicleta, valorização do tempo em família, uso de sacolas retornáveis, entre outras são as boas e velhas “novas” atitudes, percebemos o quanto o trabalho remoto tem condições de nos recolocar nos eixos e impulsionar a sustentabilidade.

A evolução nos trouxe ao caos e só a evolução poderá nos tirar dela, tornando a sobrevivência da nossa espécie possível por mais tempo.

Homem sentado à mesa de um parque de blazer e gravata e short de surfista fazendo teleconferência num laptop, com uma taça de cerveja escondida atrás do laptop.
Trabalho remoto x sustentabilidade

 

Se você é um trabalhador remoto, orgulhe-se disso.

Se ainda não, convidamos você a experimentar pelo menos uma

vez por semana.Que tal iniciar pelo dia do seu rodízio?

¹ fonte: https://educacaoautomotiva.com/2017/06/29/poluentes-emissoes/

Texto: Amália Maldonado
Revisão: Fernanda Mourão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *