ONU HABITAT: ENTRE NO CIRCUITO COM A OUTOO!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp

Como a inovação pode aprimorar serviços e políticas urbanas de maneira inclusiva e sustentável?”

Fonte: Internet

Quem procura essa resposta é o ONU HABITAT, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos que desde 1978 trabalha em prol do desenvolvimento urbano social, econômico e ambientalmente sustentável.

Tem como um dos principais objetivos a moradia adequada para todas e todos e sua sede fica em Nairóbi, capital do Quênia.

Com escritórios nas cidades do Rio de Janeiro e Maceió, o ONU-Habitat fincou sua bandeira em nosso país há mais de 20 anos.

ODS 11 – o objetivo que é a nossa cara

O trabalho do ONU-Habitat é participar das agendas globais e uma das mais importantes é a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que foi estruturada em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Desses 17 nós já tratamos em nosso blog de 5 Objetivos da ONU que são a nossa cara! E o ODS 11 é justamente o que se debruça na necessidade de buscar as respostas de como “tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. 

Veja os objetivos que definem o propósito do ODS11:

fonte: https://nacoesunidas.org/pos2015/ods11/

1º- garantir o acesso de todos à habitação segura, adequada e a preço acessível, e aos serviços básicos e urbanizar as favelas

2º- Até 2030, proporcionar o acesso a sistemas de transporte seguros, acessíveis, sustentáveis e a preço acessível para todos, melhorando a segurança rodoviária por meio da expansão dos transportes públicos, com especial atenção para as necessidades das pessoas em situação de vulnerabilidade, mulheres, crianças, pessoas com deficiência e idosos

3º- Até 2030, aumentar a urbanização inclusiva e sustentável, e as capacidades para o planejamento e gestão de assentamentos humanos participativos, integrados e sustentáveis, em todos os países

4º- Fortalecer esforços para proteger e salvaguardar o patrimônio cultural e natural do mundo

5º- Até 2030, reduzir significativamente o número de mortes e o número de pessoas afetadas por catástrofes e substancialmente diminuir as perdas econômicas diretas causadas por elas em relação ao produto interno bruto global, incluindo os desastres relacionados à água, com o foco em proteger os pobres e as pessoas em situação de vulnerabilidade.

6º- Até 2030, reduzir o impacto ambiental negativo per capita das cidades, inclusive prestando especial atenção à qualidade do ar, gestão de resíduos municipais e outros

7º- Até 2030, proporcionar o acesso universal a espaços públicos seguros, inclusivos, acessíveis e verdes, particularmente para as mulheres e crianças, pessoas idosas e pessoas com deficiência

a.Apoiar relações econômicas, sociais e ambientais positivas entre áreas urbanas, periurbanas e rurais, reforçando o planejamento nacional e regional de desenvolvimento

b. Até 2020, aumentar substancialmente o número de cidades e assentamentos humanos adotando e implementando políticas e planos integrados para a inclusão, a eficiência dos recursos, mitigação e adaptação às mudanças climáticas, a resiliência a desastres; e desenvolver e implementar, de acordo com o Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres 2015-2030, o gerenciamento holístico do risco de desastres em todos os níveis

c. Apoiar os países menos desenvolvidos, inclusive por meio de assistência técnica e financeira, para construções sustentáveis e resilientes, utilizando materiais locais

Fonte: http://www.circuitourbano.org/index.html

Outoo no Outubro Urbano & Circuito Urbano 2019

O Outubro Urbano é um evento anual esperado por quem respira mobilidade. 

Segundo o site https://urbanoctober.unhabitat.org/, atualmente 55% da população do mundo vive em cidades e vilarejos. E esse número só cresce a cada dia. Todo mês de outubro, desde 2016, o UN-Habitat e os parceiros organizam um mês de atividades, eventos e discussões sobre sustentabilidade urbana.

2018 foi o outubro urbano de maior engajamento até agora:

  • 61 países e 107 cidades marcando o Dia Mundial do Habitat e o Dia Mundial das Cidades, e organizando eventos para comemorar o Outubro Urbano.

Esse movimento do bem começa com  o Dia Mundial do Habitat (na primeira segunda-feira do mês de outubro) e se encerra com o Dia Mundial das Cidades (31 de outubro). 

Sempre dois temas são escolhidos para serem discutidos, e neste ano são eles:

  • no Dia Mundial do Habitat será abordado “Tecnologias de ponta como ferramentas inovadoras para transformar resíduos em riqueza”, 
  • e no Dia Mundial das Cidades focarão em “Mudando o mundo: inovações e uma vida melhor para as gerações futuras”.

 Circuito Urbano: a Outoo vai estar lá e só falta você!

O Circuito Urbano  é um evento para dar visibilidade ao tema e esperamos você !

A urbanização apresenta algumas das oportunidades e desafios mais significativos do mundo hoje, mas também enfrentam desafios demográficos, ambientais, econômicos e sociais.

Garantir que as cidades tenham capacidade e ferramentas para enfrentar os desafios colocados pela urbanização se tornou uma questão global premente.

E a Agenda das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável coloca a urbanização sustentável e inovadora como uma das principais prioridades das agendas globais de desenvolvimento

Por isso, você está convocado:

Dia 24 de Outubro venha discutir conosco sobre como tornar nossas “Cidades Inovadoras e Inclusivas”. 

O Outoo, juntamente com a Plexi , Trabalhos Flexiveis eFuturo Trabalho, formam o NEFT – Núcleo de Estudos do Futuro do Trabalho – que foi escolhido para apresentar o painel sobre : FLEXIBILIDADE E MOBILIDADE NO TRABALHO – COMO PODEM TRANSFORMAR A CIDADE.

formam o NEFT – Núcleo de Estudos do Futuro do Trabalho – foi escolhido para apresentar o painel sobre : FLEXIBILIDADE E MOBILIDADE NO TRABALHO – COMO PODEM TRANSFORMAR A CIDADE.

O painel abordará, entre outras coisas, a história e a evolução provocada pela relação entre trabalho x moradia x mobilidade e as consequências e oportunidades das mudanças provocadas pela tecnologia e novos hábitos.

E o ponto principal a ser elaborado são os conceitos fundamentais da flexibilidade no trabalho e quais impactos positivos podem ser causados nas cidades adotando práticas simples.

Temos certeza que todos os presentes terão muito com o que colaborar!

Queremos discutir com você e com a sua comunidade qual a maneria de tornar os espaços mais inteligentes fazendo melhor uso de edificações ociosas e integrando toda região.

Venha participar da criação desse conteúdo interativo e contribua para a  criação dessa nova consciência com as suas experiências e expectativas.

Para saber mais e se inscrever clique aqui

Convide seus amigos – COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *